Music

O Teatro Mágico – ao vivo

Espetáculo que comemora os quinze anos de trupe músico-circense emociona e lava a alma dos fãs em noite chuvosa na Ópera de Arame

oteatromagico2018cwbjocasthaconceicao

Texto por Larissa Ferreira

Foto: Jocastha Conceição

Neste primeiro dia de setembro, Teatro Mágico retornou a Curitiba para comemorar seu aniversário de 15 anos no palco da Ópera de Arame porque a cidade tem um de seus públicos mais fiéis. Afinal, como relembrou o vocalista e fundador do grupo Fernando Anitelli, a capital paranaense faz parte da trajetória da trupe desde o inicio da carreira, quando eles vinham se apresentar em locais como o Parque Barigui.

Ao olhar o palco deste show era possível revisitar a historia d’O Teatro Mágico através dos figurinos pendurados, simbolizando cada fase, cada projeto e cada álbum. A iluminação complementou com excelência o espetáculo, que iniciou de maneira explosiva e surpreendente com a música “O Sol e a Peneira” e Fernando Anitelli surgindo da plateia.

Com a atual banda formada por nomes que participam ou participaram da trupe em algum momento – Zeca Loureiro (guitarra), Rafael dos Santos (bateria), Emerson Marciano (contrabaixo) e Maria Fernanda Leal (violino) –, OTM relembrou sucessos como “Pena”, “Perdoando o Adeus” e “O Anjo Mais Velho” e “Zaluzejo”. Em um momento mais intimista, de voz e violão, surgiram as canções “Ana e o Mar “ e “Quando a Fé Ruge”. Outra participação muito especial nos palcos foi a de Odácio Anitelli (carinhosamente chamado de “seu Odácio” pelos fãs) contracenando com o querido Toicinho (Matheus Bonassa) numa releitura bem-humorada de cenas icônicas dos filmes/sagas Star Wars e De Volta Para o Futuro.

Quem acompanha O Teatro Mágico sabe que as performances aéreas das Gêmeas Dias mais Andrea Barbour são um show à parte, capaz de despertar as emoções de quem é mais insensível. O que o público não esperava, porém, foi a aclamada manifestação de Andrea acerca dos recentes casos de violência contra a mulher e uma homenagem à vereadora Marielle Franco – assassinada no Rio de Janeiro no dia 14 de março deste ano e até agora, seis meses, um caso inexplicavelmente ainda não solucionado.

O debut do show dos 15 anos d’O Teatro Mágico foi o melhor presente que os fãs poderiam ganhar para comemorar com grandeza essa trajetória. Relembrou e emocionou com uma obra consolidada e também trouxe novidades. Foram apresentadas “Quantas Mais?” e “Cinza”, ambas canções inéditas e que farão parte do próximo álbum. Aliás, disco já ansiosamente aguardado pelas pessoas que saíram da Ópera de Arame inspiradas e de alma lavada naquela noite chuvosa.

Set List: “O Sol e a Peneira”, “Da Luta”, “Cidadão de Papelão”, “Abaçaiado”, “Zazulejo”, “Da Entrega”, “Quantas Mais?”, “Cinza”, “Transição”, “Perdoando o Adeus”, “Você Me Bagunça”, “Ana e o Mar”, “Quando a Fé Ruge”, “A Fé Solúvel”, “Deixa Ser”, “Nosso Castelo”, “Amanhã Será”, “Pena”, “Eu Não Sei na Verdade Quem Sou”, “Camarada D’água” e “O Anjo Mais Velho”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s